Header

Eminem e Cee Lo Green preparam o single da trilha sonora de ‘Elvis’, ‘The King & I’

Eminem e CeeLo Green estão lançando sua contribuição real para a trilha sonora de Elvis do Baz Luhrmann na quinta-feira (16 de junho). Slim Shady anunciou que a música original, “The King & I,” chegará a todas as plataformas digitais amanhã ao meio-dia (13h no Brasil). Uma prévia antecipada amplamente divulgada da faixa da estréia no tapete vermelho da cinebiografia antecipada no festival de cinema de Cannes promete uma mistura patenteada de versos contundentes do Em e um refrão emocionante do Green.

“Eu cheguei [enrolei] como o fundo de um tubo de pasta de dente/Sapatos de camurça azul, faltand um cadarço também / Duas correntes, você pode me chamar de 2 Chainz/ Cordas penduradas como o laço do Hussein/ Sim, eles soltam o bolo de frutas/ Vai uma para o trailer park, duas para a mãe do meu bebê/ Três para os pequenos, quatro se você comeu muito,” Eminem canta em uma batida estrondosa enquanto se gaba de ter se reunido com Elvis Presley “como companheiros de cela”.

Outras letras mostram o Em descrevendo sua própria ascensão ao estrelato pop, com linhas sobre frascos de tintura de cabelo loiro e remédios prescritos a seus pontos mais baixos (“ainda lutando boxe contra todos os meus demônios”) e uma admissão descarada sobre a apropriação cultural que o Presley foi acusado durante seu tempo também (“Eu roubei a música negra, sim verdade / Talvez usei isso como uma ferramenta para combater a escola.”) O verso final quebra mais explicitamente os paralelos entre os dois homens: “Entre Elvis e eu, eu mesmo/ Parece óbvio: primeiro, ele é pálido como eu/ Segundo, nós dois fomos aclamados como reis/ Ele costumava arrasar no Jailhouse, e eu costumava arrasar no The Shelter,” Eminem canta.

CeeLo entra com o refrão do “tô pouco me fodendo,” cantando: “Veja, eu tô pouco me fodendo pelo que você diz/ Eu só quero me sentir como um rei de novo/ E se você não gostar, pode sentar e girar / Dedos do meio para cima, estamos prestes a fazer isso de novo.” Em uma entrevista recente com o noticiário da manhã KTLA, Green descreveu como o Em o fez se apressar para gravar seus vocais.

“Eu e Eminem somos amigos há anos, ansiava por uma oportunidade de trabalhar com ele,” disse Green. “Ele disse ‘ei cara, você pode fazer isso por mim? Eu preciso muito rápido, preciso disso hoje à noite.” Então, quando Eminem diz que precisa de algo hoje à noite, você entrega.”

A trilha sonora também contará com contribuições de Stevie Nicks, Kacey Musgraves, Maneskin, Jack White, Tame Impala, Jazmine Sullivan, Gary Clark Jr. e Doja Cat, cuja dinâmica “Vegas” foi lançada anteriormente como o primeiro single da trilha sonora. A música interpola a música fundamental do rock and roll de Big Mama Thornton de 1952, “Hound Dog,” que logo depois foi famosa por Presley.

A cinebiografia dirigida por Luhrmann é estrelada por Austin Butler como The King e chegará oficialmente aos cinemas no dia 24 de junho. A data de lançamento do filme foi adiada várias vezes devido ao COVID-19, inclusive depois de Tom Hanks, que interpreta o empresário do Presley, coronel Tom Parker, contraiu o vírus na Austrália, onde estava filmando a cinebiografia.

Veja o anúncio do Eminem abaixo.

Comentários

Comentários

você pode gostar também